Papo de Tênis: Vamos falar de Brasil Open

Papo de Tênis: Vamos falar de Brasil Open

139
0
COMPARTILHAR

Papo de Tênis: Vamos falar de Brasil Open!
Olá amantes do tênis!

A partir dessa semana começa os torneios ATP 1000 que é jogado em quadra dura, vamos analisar o saldo final da primeira parte da temporada de saibro com o Brasil Open 2017 para nossos brazucas.

Thomaz Bellucci após perder de maneira vergonhosa para o valente argentino Diego Schwartzman finalmente abriu seu coração e me parece que falou a verdade sobre suas atuações fracas. O mesmo falou que precisa reencontrar a sua paixão pelo jogo, isso justifica seus altos e baixos, me parece que o casamento não fez bem ao canhoto do Tietê. Vamos torcer que ele reencontre o caminho de seu belo tênis.

Thiago Monteiro também perdeu em sua estreia e foi um jogo duríssimo em que começou vencendo e cedeu espaço para o argentino Carlos Berlocq que por sua vez conseguiu a virada. Ao final do jogo o cearense declarou que precisa variar mais seu jogo para conseguir sair dos momentos difíceis, isso mesmo que nós queremos, pois dessa forma ele terá mais ferramentas para enfrentar todos os tipos de adversários, ficar só no fundo da quadra não é legal.

Nossos parabéns irão para nossos duplistas, tivemos uma linda final entre brasileiros. A dupla André Sá e Rogerinho Dutra Silva enfrentaram o também brasileiro Marcelo Demoliner que faz parceria com o neozelandês Marcus Daniell. O jogo foi para o super tie-break e podia ter ido para qualquer lado, parabéns a todos os jogadores pelo belo espetáculo.

São Paulo-SP – 05/03/2017 – BRASIL OPEN 2017 – Partida entre Rogerio DUTRA SILVA (BRA) e Andre SA (BRA) x Marcus DANIELL (NZL) e Marcelo DEMOLINER (BRA) no Brasil Open 2017 no Esporte Clube Pinheiros. Foto: DGW Comunicação

O título de simples do Brasil Open ficou nas mãos de Pablo Cuevas pela terceira vez consecutiva. O excelente jogador uruguaio após quase uma odisseia foi campeão. O jogo durou, em sua totalidade, mais de 24h, devido às pausas causadas pela chuva. Pablo que tem uma esquerda que às vezes lembra Guga mereceu o título, no saibro com ele focado é difícil páreo para qualquer um.

A partir da quinta-feira começará o ATP 1000 de Indian wells e a novidade é a entrada direta de Thiago Monteiro na chave principal. A desistência de David Ferrer o favoreceu, espero que Thiago aproveite esse presente e jogue seu máximo. Vamos ver como ele se comportará na troca do piso, afinal ele vem de muitos jogos no saibro. Thomaz Bellucci também teve vaga direta no torneio e teremos dois representantes no deserto californiano.

Uma excelente semana de muito tênis!

C’mon!

Weverson Pinheiro

Deixe uma resposta