UNICLINIC 1 X 0 Potiguar : defesa, xadrez, basquete e espaços!

UNICLINIC 1 X 0 Potiguar : defesa, xadrez, basquete e espaços!

67
0
COMPARTILHAR

Atualmente, ao assistir a um jogo de futebol na maioria das equipes e até seleções, nos deparamos com esquemas e formações nas quais o treinador prepara o grupo para defender e não sofrer gols. Uma máxima do basquete, bem me lembrou o colega de TCM, Rivan Dantas: a melhor defesa, vence. Na realidade, o objetivo é defender em bloco, evitar gols e garantir algum (ns) e quem sabe vencer. O Potiguar tentou repetir a estratégia da vitória diante do Itabaiana/SE, na estreia da Série D, vitoriosa por sinal, diante do Uniclinic, na última segunda (20/06), no estádio Presidente Vargas, em Fortaleza. Infelizmente para o Time Macho não deu liga e não deu certo.

O primeiro tempo foi disputado e os rubros mossoroenses dominaram. Criaram chances, mas não conseguiram vencer o goleiro Alex. Os cearenses não estavam bem. Mas o poder ofensivo do Potiguar nesta Série D está bem limitado. As bolas paradas são as principais armas: escanteios e faltas. Ou os chutes de longa distância. Não vemos o toque de bola e as jogadas rápidas de um passado recente, como no Estadual 2016, com Dudu, Radames ou com o próprio Jozicley, servindo João Manoel (que voltou e foi novamente embora), Carlos Alberto, Bruno Gaúcho ou os zagueiros. Enfim, vida que segue. E ela seguiu para um segundo tempo diferente.


O técnico Maurilio Silva, Uniclinic, enxergou bem o adversário, fez as mudanças certas e assumiu o controle do jogo. O meia Enercino 10 resolveu jogar, assim como os laterais Douglas e Guto, principalmente o ataque com Preto e Dico. Os gladiadores se viram encurralados. Leanderson na cara de Santos teve a melhor chance para abrir o placar, mas o paredão vermelho, amarelo (camisa do jogo), evitou o pior.

Numa jogada individual, Barreiros tabelou com Giovanni e saiu na cara do goleiro Alex. O destaque rubro teve a chance de marcar ou servir Tiago Souza (livre no meio da pequena área), bateu forte e o goleiro salvou para escanteio. Para completar, Emanoel Sacramento atendeu ao pedido de Jozicley (o maestro) para ser substituído, colocou o irreconhecível Ciel (destaque do Estadual 2015 e apagado em 2016). Começou então a perda do meio campo. Cresceram os volantes Guidio e Leanderson. Odair não seria uma melhor opção?

Aos 32, o Uniclinic derrubou na lona o Potiguar e todo o projeto de jogo vermelho. Num apagão e numa sequência de falhas e vacilos da defensiva, Preto serviu Dico que bateu com eficiência no canto direito de Santos. Vitória azul e branca e liderança assegurada ao “time médico”! Sem Rafael Potiguar, substituído por Alemão (sem comentários), o Alvirrubro mossoroense foi para o desespero tentar o empate com chutões e tentativas falhas. Ju, atacante da base, ainda entrou no lugar do lateral esquerdo Nininho, mas nada acrescentou.

A força, a pegada e a determinação cirúrgica do Uniclinic no segundo tempo, assim como as mudanças do Maurilio foram fundamentais. Mesmo com os dois zagueiros lentos e amarelados, Giovani, Barreiros e Tiago Souza não souberam aproveitar. Muito menos Ciel e Rossales. No jogo de xadrez e defensivo como o futebol atualmente, perder o domínio territorial e efetivo do meio de campo é determinante. Além disso, ainda acho que Rafael não está na melhor forma, perdendo dividias e disputas que antes não perdia.

Com a perda do meio campo, sem Jozicley e Rafael Potiguar, o Time Macho não evitou a derrota. Agora, é terceiro no grupo A8, que tem ainda o Itabaiana em segundo e o Serra Talhada/PE em quarto, sem pontos ganhos. Na terceira rodada, domingo (26), os Guerreiros ALVIRRUBROS vão até a casa do lanterna do grupo tentar a recuperação e depois recebe, no Novueirão, o líder e os pernambucanos. Para se classificar sem precisar decidir na ultima rodada em Aracaju (17/07), 7 ou 9 pontos em 3 jogos serão essenciais. E que cheguem reforços para a criação e o ataque rubro. Senta a Pua, Time Macho! 

FICHA TÉCNICA

Motivo: CAMPEONATO BRASILEIRO – SÉRIE D

Uniclinic 1 x 0 ACD Potiguar

Local: Estádio Presidente Vargas, em Fortaleza-CE

Data: 20 de junho de 2016

Horário: 20h

Árbitro: Antonio Santos Nunes (CBF-2 / PI)

Cartões amarelos: Tiago Souza (Potiguar); Leanderson, Marcelo Amaral, André Lima, Enercino, Jô Boy e Douglas (Uniclinic)

Gol: Dico aos 33 minutos do 2T (Uniclinic)

Uniclinic: Alex; Douglas, André Lima, Marcelo Amaral e Guto; Guidio, Leanderson, Jô Boy (Eduardo Souza) e Enercino; Adenilson (Dico) e Jardel (Preto). Técnico: Maurílio Silva.

Potiguar: Santos; Rossales, Anselmo, Cláudio Baiano e Nininho (Ju); Rafael Potiguar (Alemão); Jozicley (Ciel), Sidney, Tiago Barreiros e Giovanni; Tiago Souza. Técnico: Emanoel Sacramento.

Deixe uma resposta