Brasileiros fazem história no Rally Dakar 2017

Brasileiros fazem história no Rally Dakar 2017

171
0
COMPARTILHAR

Leandro Torres e Lourival Roldan estão em segundo na classificação

Foto: Gustavo Epifanio / photosdakar.com

San Salvador de Jujuy (Argentina) – Vitória brasileira na terceira etapa do Rally Dakar. Nesta quarta-feira (4/1) Leandro Torres e Lourival Roldan colocaram seus nomes na história da maior prova off-road do planeta. Eles chegaram em primeiro lugar na disputa de UTVs e subiram para a segunda colocação na classificação geral (resultados extra-oficiais). Essa é a primeira vez que uma dupla brasileira ganha nessa categoria. Competidores do país já haviam vencido etapas nos quadriciclos (Marcelo Medeiros), nos caminhões (nove vezes com André Azevedo) e duas vezes nas motos (Jean Azevedo).

“Foi um dia fantástico. Uma etapa muito dura, na qual ficamos mais de sete horas dentro do carro. Andamos muito bem, sem perder o foco e conseguimos este ótimo resultado”, afirmou o piloto carioca Leandro Torres.

Entre as cidades argentinas de San Miguel de Tucumán e San Salvador de Jujuy os pilotos percorreram 780 quilômetros, sendo 364 quilômetros cronometrados (especial). Na largada, praticamente ao nível do mar, a temperatura estava na casa dos 36º C. Depois de muita subida, eles chegaram ao pico de 4.850 metros de altitude, com 5º C.

Outros resultados – Nos carros, a dupla Sylvio de Barros e Rafael Capoani (MINI) ficou em 15º lugar, posição que também ocupa na classificação geral. “Esta foi uma especial muito dura, com um grande desafio de navegação, mas conseguimos chegar. Foi um dia muito cansativo, em que ficamos 12 horas dentro do carro”, afirmou Barros.
“Hoje foi um dia típico de Rally Dakar, com muitas serras, que chegamos perto de 5.000 metros de altitude, o que fez o carro perder um pouco de potência, mas deu tudo certo”, declarou o navegador Capoani.
Nas motos, o dia foi complicado para os brasileiros. Richard Fliter (Honda) foi o 68º. Ricardo Martins (Yamaha) terminou em 97º e Gregorio Castelani (Honda), o 123º. Marcelo Medeiros (Yamaha), nos quadriciclos, não terminou.
Nesta quinta-feira (5/1), o Dakar chega à Bolívia e vai seguir ‘nas alturas’. Serão seis dias com altitude média de 3.500 metros. Além disso, as dunas que estão no trajeto vão exigir muito das máquinas e dos competidores. Mudanças constantes de direção irão dificultar ainda mais a pilotagem.
Resultado da terceira etapa

Carros

1º – Stephane Peterhansel / Jean Paul Cottret (Peugeout) 4h18min17

2º – Carlos Sainz / Lucas Cruz (Peugeot) + 1min54

3º- Sebastien Loeb / Daniel Elena (Peugeot) + 3min08

4º – Mikko Hirvonen / Michel Perin (MINI) +3min57

5º – Cyrul Despres / David Castera (Peugeot) + 7min48

15º – Sylvio de Barros / Rafael Capoani (MINI) + 35min05
Motos

1° – Joan Barreda (Monster Energy Honda Team) + 4h23min41

2º – Sam Sunderland (KTM) + 12min29

3º – Pierre Renet (Husqvarna) + 15min30

4º – Pablo Quintanilha (Husqvarna) + 16min02

5° – Paulo Gonçalves (Monster Energy Honda Team) + 16min20

68º – Richard Fliter (Honda) + 1h56min25

97º – Ricardo Martins (Yamaha) + 2h55min27

123º – Gregorio Caselani (Honda Solth America Rally Team) + 4h51min16
UTVs

1º – Leandro Torres /Lourival Roldan 7h20min28

2° – Mao Ruijin / Sebastien Delaunay (Polaris) + 6min42
Quadriciclos

1º – Gaston Gonzalez (Yamaha) 5h58min39

2º – Ignacio Casale (Yamaha) +4min41

3° – Josef Machacek (Yamaha) +9min56

4º – Simon Vitse (Yamaha) + 16min05

5º – Santiago Hansen (Honda) +20min32
Classificação acumulada após a terceira etapa

Carros

1º – Sebastien Loeb / Daniel Elena (Peugeot) – 6h54min56

2º – Carlos Sainz / Lucas Cruz (Peugeot) + 42s

3º – Stephane Peterhansel / Jean Paul Cottret (Peugeout) + 4min18

4º – Mikko Hirvonen / Michel Perin (MINI) +9min38

5º – Nani Roma / Alex Haro Bravo (Toyota) + 13min04

15º – Sylvio de Barros / Rafael Capoani (MINI) + 37min41
Motos

1° – Joan Barreda (Monster Energy Honda Team) 7h36min30

2º – Sam Sunderland (KTM) + 10min20

3° – Paulo Gonçalves (Monster Energy Honda Team) + 13min42

4º – Pablo Quintanilha (Husqvarna) + 14min56

5º – Toby Price (KTM) + 16min19

68º – Richard Fliter (Honda) + 2h45min13

77º – Ricardo Martins (Yamaha) + 3h24min24

117º – Gregorio Caselani (Honda Solth America Rally Team) + 5h36min01
UTVs

1° Mao Ruijin / Sebastien Delaunay (Polaris) 11h53min39

2º Leandro Torres / Lourival Roldan + 1h56min39
Quadriciclos

1º – Ignacio Casale (Yamaha) 9h58min51

2º – Gaston Gonzalez (Yamaha) +4min37

3° – Pablo Copetti (Yamaha) +18min06

4º – Axel Dutrie (Yamaha) + 18min18

5º – Simon Vitse (Yamaha) + 19min08
Confira programação do Rally Dakar 2017:

05/01

4ª etapa – San Salvador de Jujuy – Tupiza (Bolívia)

Carros, Motos, UTVs, Quadriciclos e Caminhões

Total: 521 km

Trecho cronometrado: 416 km
06/01

5ª etapa – Tupiza – Oruro (Bolívia)

Carros, Motos, UTVs e Quadriciclos

Total: 692 km

Trecho especial: 447 km

Caminhões

Total: 683 km

Trecho cronometrado: 438 km
07/01

6ª etapa – Oruro – La Paz (Bolívia)

Carros, Motos, UTVs e Quadriciclos

Total: 786 km

Trecho cronometrado: 527 km

Caminhões

Total: 772 km

Trecho cronometrado: 513 km
08/01: Dia de descanso – La Paz (Bolívia)

09/01

7ª etapa – La Paz – Uyuni (Bolívia)

Carros, Motos, UTVs, Quadriciclos e Caminhões

Total: 622 km

Trecho cronometrado: 322 km
10/01

8ª etapa – Uyuni – Salta (Argentina)

Carros, Motos, UTVs, Quadriciclos e Caminhões

Total: 892 km

Trecho cronometrado: 492 km
11/01

9ª etapa – Salta – Chilecito (Argentina)

Carros, Motos, UTVs, Quadriciclos e Caminhões

Total: 977 km

Trecho cronometrado: 406 km
12/01

10ª etapa – Chilecito – San Juan (Argentina)

Carros, Motos, UTVs, Quadriciclos e Caminhões

Total: 751 km

Trecho cronometrado: 449 km
13/01

11ª etapa – San Juan – Río Cuarto (Argentina)

Carros, Motos, UTVs, Quadriciclos e Caminhões

Total: 754 km

Trecho cronometrado: 288 k
14/01

12ª etapa – Río Cuarto – Buenos Aires (Argentina)

Carros, Motos, UTVs, Quadriciclos e Caminhões

Total: 786 km

Trecho cronometrado: 64 km

Deixe uma resposta