Artigo: Futebol não é pra amadores

Artigo: Futebol não é pra amadores

153
0
COMPARTILHAR

Pense numa coisa que não paro de pensar: futebol não é para amadores! E nunca será. É preciso profissionalismo, experiência, gestão e know how em bastidores, convívio com empresários, dirigentes de entidades ligadas ao esporte, e tudo mais. Existe receita? Curso? Treinamento? Pode até ser que sim, mas existem casos de sucesso. Atitudes de resultados a curto, médio e longo prazo. E uma coisa é essencial, cada um na sua função para qual tem competência, experiência e condições de oferecer resultados positivos. E vamos aos fatos e exemplos. Vamos falar de Flamengo.


O Senhor Eduardo Bandeira de Melo e todos os abnegados e integrantes do Novo Flamengo mostraram capacidades até incomparáveis de gestão financeira, trabalhista e até de marketing. Mas o futebol do clube segue penando…Ainda carece de pessoas que conheçam e sejam do “riscado”! Profissionais e gestores que tenham experiência, know how e sucesso no departamento.

Zé Ricardo pode até ser um bom treinador, tem quem goste, mas insistir em jogadores medíocres, falhos, fracos e ineficientes não dá. Teimosia e convicções que o deixam em situação delicada. Alguém pode me responder qual a função do ex-zagueiro Mozer no rubro-negro?

Orçamento de R$40 milhões, mais de 95 mil sócios torcedores, patrocinadores milionários e nome forte mundialmente. Caramba, sucesso! Enquanto o presidente Bandeira de Melo, expert em mercado financeiro, acumular a vice-presidência de Futebol, sinceramente, não vai dar pra comemorar nada!


E não se faz marketing sem produto. Vão esperar o que para convocarem profissionais experientes para tomar conta e cobrar atitude de Flamengo no futebol? É óbvio que Zé Ricardo perdeu o comando e o respeito. Arão concede entrevista e diz estar fora de posição, Conca falta treino e diz que já está apto a jogar, e o semblante dele não é nada bom. 


Insistir em Márcio Araújo em pleno século XXI? Leandro Damião? Oi? Rafael Vaz? Gabriel? Muralha? E ninguém toma uma providência? 

Sério que está tudo bem e seguindo o planejamento, Senhor EBM? E o Conselho? E a torcida? Ninguém pode cobrar o futebol do Fla? E a imprensa não pode criticar, noticiar, argumentar…

Gestão profissional para todos os setores de um clube, principalmente para o futebol! Com essa passividade e com esse “oba oba” que está tudo bem, não adianta contratar uma Seleção Brasileira e deixar um “Dunga” no comando! 

Enquanto isso acompanhe as eliminações, malhações dos adversários e a queda de arrecadação! Se não houver mudança de atitude, não haverá mudanças de resultados! Futebol não é lugar para amadores, pelo menos na gestão e no comando. Já na arquibancada, nas mídias sociais e de frente da TV, tudo é paixão e possível, dentro dos limites! Ou não? Pense nisso! Senta à Pua!!!!

Deixe uma resposta