Papo de Tênis: Mais uma decepção brasileira na Copa Davis

Papo de Tênis: Mais uma decepção brasileira na Copa Davis

121
0
COMPARTILHAR

Weverson Pinheiro – Colunista Papo de Tênis

Olá simpatizantes e amantes do tênis! Lembro de meu último post em que fiquei entusiasmado com uma possível vitória do time brasileiro na Bélgica, que decepção! Até o pontinho que julguei garantido não veio nas duplas. Nossa dupla era infinitamente superior a dupla belga, os jogadores da Bélgica acima do top 100! Enquanto nossa dupla no top 10!

O novato Thiago Monteiro diante de um grande jogador conseguiu ganhar apenas 4 games e o que valeu foi a experiência pra ele, pois era uma parada muito dura enfrentar Goffin, jogador número 14 do mundo. Vamos retirar ele desse imbróglio, ainda tem muito a jogar e aprender.

Thomaz Bellucci mais uma vez nos decepcionou, ele perdeu suas duas partidas para jogadores de ranking pior ao dele, suas oscilações nos torneios é impressionante. Quando ele começa uma partida duvido alguém ter certeza de como será seu desempenho. No tênis competitivo é preciso ter consistência e regularidade, sem essas duas características não se vai muito longe. Fica difícil confiar, mas é o que temos de melhor.

Agora disputaremos a repescagem sul-americana para no ano que vem tentarmos mais uma vez voltar para o grupo mundial.

Depois dos fracassos nas Olimpíadas, o Brasil voltou a decepcionar na Copa Davis
Depois dos fracassos nas Olimpíadas, o Brasil voltou a decepcionar na Copa Davis

Preciso destacar a vitória da Argentina na semifinal contra a Grã-Bretanha na casa dos adversários. O ponto fundamental foi a vitória de Del potro contra Andy Murray, 3 sets a 2  no primeiro jogo, já que todos contavam os 3 pontos de Andy Murray. Com muita garra, que o argentino sabe ter, ele foi lá e jogou água no  whisky escocês, ali tive já a sensação da vitória do time argentino. Essa será a quinta final de Davis dos Hermanos e espero que eles vençam, eles merecem. O adversário deles será a Croácia, time muito equilibrado e, a meu ver, há um leve favoritismo pra eles. Se Del Potro jogar seu melhor jogo a argentina pode vencer sim, em novembro será final, imperdível!

622_98e1b45d-5541-336a-a1d6-7d0b4b50d51a-1

Vamos!

Weverson Pinheiro – colunista Papo de Tênis!

Deixe uma resposta